WhatsApp

Poços de Caldas - MG
Mosconi solicita ajuda financeira para os hospitais de Poços ao Ministro da Saúde - Poços em Dia ::Seu Portal Diário de Noticias::

Saúde

15/07/2017 às 09h40 - Atualizada em 15/07/2017 às 09h40

Mosconi solicita ajuda financeira para os hospitais de Poços ao Ministro da Saúde

Chrisdenys Junqueira
São Paulo - SP
FONTE: Foto: Secretaria Municipal de Comunicação Social

Secretário de Saúde Carlos Moscon, i esteve em Brasília, para uma audiência com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Mosconi solicita ajuda financeira para os hospitais de Poços ao Ministro da Saúde

Em mais uma tentativa de buscar recursos para os serviços prestados no município, o secretário de Saúde Carlos Moscon, i esteve em Brasília, para uma audiência com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros. O encontro foi na tarde de quarta, 12, no Ministério da Saúde. Na ocasião, Mosconi expôs a Barros, as dificuldades financeiras que o município vem enfrentando, em função da dívida de quase 15 milhões de reais, referentes a repasses devidos pelo Estado a Poços de Caldas e que não são feitos desde 2015.

"Relatei a ele esta situação e a preocupação, especialmente com os Hospitais Santa Casa e Santa Lúcia. Desta dívida de quase 15 milhões do Estado com Poços, aproximadamente 7 milhões são devidos a estes dois hospitais. Fiz um apelo ao Ministro, sobre a possibilidade de um repasse do Ministério da Saúde, para ajudar estes dois hospitais a enfrentarem a crise financeira", contou Mosconi.

Segundo levantamento feito pelas instituições hospitalares e encaminhado à Secretaria de Saúde, a dívida da Secretaria do Estado da Saúde com o Hospital Santa Lúcia já passa dos 2 milhões e 800 mil reais. Outros 4 milhões e 500 mil reais são devidos pelo Governo de Minas à Santa Casa.

O secretário de Saúde disse ainda que o Ministro se mostrou sensibilizado com a situação. "Ricardo Barros afirmou que sabe desta dificuldade, desta realidade do Governo de Minas Gerais com diversos municípios mas disse também que tem dificuldades em repassar recursos para custeio, porque isso poderia dar ao Ministério da Saúde uma responsabilidade que não é diretamente dele, já que a dívida é do Estado. De qualquer forma, ele se propôs a avaliar o pedido que eu levei a Brasília".

Mosconi explicou ainda que trouxe da capital federal, outras possibilidades para a saúde de Poços. "O Ministro se colocou à disposição para receber pedidos para investimento na saúde do Município. Já estamos avaliando ações prioritárias para encaminhar esta solicitação. Não vou desistir do pedido de custeio que foi o principal motivo desta audiência em Brasília. A ocasião abriu este canal de comunicação e agora vamos continuar nesta negociação", finalizou o secretário.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 56 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados